FINALIDADE DO BLOG

Humanistas é um espaço para os professores de Humanas e educandos, foi idealizado pela da Escola Raimundo Honório-PE, com o objetivo de interagir, compartilhar leituras, ideias e insights, promovendo a educação para além das paredes escolares.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

GRUPOS SOCIAIS E INTEGRAÇÃO





Como os seres humanos se agrupam? Segundo o dicionário Aurélio, grupo social é a “ Forma básica da associação humana; agregado social que tem como entidade [ individualidade] e vida própria, e se considera como um todo, com suas tradições morais e materiais” Para o psicanalista José Bleger, “ grupo é um conjunto de pessoas que entram em interação, mas além disso, o grupo é, fundamentalmente, uma sociabilização estabelecida” Para Sartre, Enquanto não se estabelecer a interação não existe grupo, há somente uma  serialidade, na qual cada indivíduo é equivalente a outro e todos constituem um número de pessoas equiparáveis e sem distinção entre si.” Obs.: Exemplo de serialidade uma fila de ônibus ou de cinema não quer dizer que estão juntas interagindo. ( não formam um grupo social)
Para a sociologia, grupo social é toda reunião mais ou menos estável de duas ou mais pessoas associadas pela interação. Devido à interação social, os grupos têm de manter alguma forma de organização, no sentido de realizar ações conjuntas de interesses comuns a todos os seus membros.


Grupos que as pessoas : 

Grupo familial – família.
Grupo vicinal – Ex.: Vizinhos que interagem ( pessoas próximas )
Grupo educativo – Escola.
Grupo religioso – Representado pelos fiéis de uma igreja. (independente da religião)
Grupo de lazer – Clubes, associações esportivas, grupos de teatro...
Grupo profissional – constituído por pessoas de uma mesma profissão
Grupo político – militância partidária, integrantes de centros acadêmicos... 


Características de um grupo social: 

Pluralidade de indivíduos – grupo da ideia de coletivo
interação social – para que haja grupo é preciso a interação.
objetividade e exterioridade – os grupos sociais são superiores e exteriores ao indivíduo ( ele já existia ou vai existir depois da saída de um integrante )
organização – necessita de uma certa ordem interna (estabilidade)
conteúdo intencional ou objetivo comum – os membros de um grupo se unem em torno de certos valores ou princípios ( quando existe dúvida ocorre a desagregação do grupo)
Consciência Grupal ou sentimento de “nós” – Compartilhamento de uma série de ideias, valores e modos de agir.
continuidade – as interações passageiras não chegam a formar grupos sociais estáveis. (longevidade)

Grupos sociais primários, secundários e intermediários 

Grupos primários – prevalece os contatos primários – (contatos diretos – família, vizinhos...)
Grupos secundários – grupos sociais mais complexos, como igrejas e os partidos políticos. Realização de contatos sociais diretos, mas sem intimidade ou de maneira indireta, por meio de cartas, internet...
Grupos intermediários – aqueles em que se alternam e se complementam as duas formas de contatos sociais: primários e secundários; um exemplo desse tipo de grupo é a Escola.

Agregados Sociais:

Agregado Social é uma reunião de pessoas aglomeradas de forma momentânea e dotada de um fraco sentimento grupal. Apesar disso, essas pessoas conseguem manter entre si um mínimo de comunicação e de relações sociais.
O agregado social se caracteriza por não ser organizado – não tem estrutura estável nem hierarquia de posições e funções. As pessoas que dele participam são relativamente anônimas, desconecidas entre si. O contato social é limitado e de pequena duração.

Multidão 

Um grupo de pessoas observando um incêndio, um afogamento ou em um parque ou uma praia, são exemplo de multidão.
Características:
Falta de Organização – pode até contar com um líder, mas falta normas a serem seguidas e hierarquia definida;
Anonimato – Os componentes são anônimos – suas referências se perdem no contexto.
Objetivos comuns – os interesses, emoções e os atos são coletivos numa multidão;
Indiferenciação - os indivíduos são vistos como parte da multidão;
Proximidade física – os componentes ficam próximos uns dos outros, mantendo contato direto e temporário.
Público O público é um agrupamento de pessoas que seguem os mesmos estímulos. É espontâneo, amorfo, não se baseia no contato físico, mas na comunicação recebida através de diversos meios de comunicação. Ex.: Competição esportiva. Obs.: não se trata de integração ocasional, mas intencional. Podem existir alguns regulamentos, como na compra de ingressos, obediência aos horários...

Massa 

As pessoas que assistem ao mesmo programa de televisão, veem o mesmo anúncio num jornal ou leem em casa constituem uma massa.
é formada por indivíduos que recebem, de maneira mais ou menos passiva, opiniões formadas, que são veiculadas pelos meios de comunicação de massa.
consiste num agrupamento relativamente grande de pessoas separadas e desconhecidas umas das outras.
Obs.: como não obedece a normas, a formação é espontânea .
O público, ao contrário da massa, não tem atitude passiva diante da mensagem que recebe.

Fonte: http://pt.slideshare.net

Organização : Profª Lourdes Duarte



Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE COMENTÁRIO, É IMPORTANTE SUA PARTICIPAÇÃO.OBRIGADA, VOLTE SEMPRE.